Orientação Escolar e Vocacional

Orientação Escolar e Vocacional

Incertezas

quanto ao futuro?

Cada um de nós tem decisões vocacionais para tomar e problemas vocacionais para resolver, já que em várias fases da vida todos temos de lidar com decisões ou problemas deste tipo. Numa época como a nossa, em que os jovens são confrontados com um número cada vez maior de desafios, a orientação escolar e profissional assume uma importância cada vez maior, quer na preparação dos jovens face à complexidade do sistema educativo, quer nas suas articulações com o mundo do trabalho.

Chegados ao final do 9º ano ou do Ensino Secundário, os jovens são confrontados com escolhas fundamentais. Qualquer que seja o caminho que desejem/pensem seguir (ingresso no ensino superior, entrada na vida ativa, formação profissional,…), é natural que surjam dúvidas e indecisões, revelando-se de grande importância que o jovem tenha algum apoio quanto a esta processo decisivo que deverá ser ponderado e realista. Nesse sentido, o papel do orientador será o de possibilitar ao indivíduo o seu auto-conhecimento, assim como a identificação dos seus interesses e a definição do seu projeto de vida, sendo igualmente sua função esclarecer situações face à escolha do futuro do sujeito, tendo em conta o contexto histórico e as situações locais onde se dá esta escolha.

Num processo de orientação escolar e vocacional, para além de se pretender orientar e capacitar o educando no conhecimento e exploração das suas aptidões, interesses e aspirações; dar a conhecer a realidade sobre as oportunidades do mundo do trabalho, bem como consciencializar os alunos acerca das aptidões e habilidades necessárias requeridas para o exercício das diversas profissões, orienta-se ainda o aluno para a escolha vocacional que melhor se ajuste a cada um. Assim, atualmente, o processo de orientação profissional deixou de ser visto apenas como um auxílio na escolha de uma ocupação, passando a ser considerado como parte integrante do processo de busca da identidade pessoal de cada um.

Orientação Escolar e Vocacional 1

o nosso programa

Como

funciona

O programa de orientação escolar e vocacional tem uma duração média de 4 a 5 sessões (a duração pode, contudo, variar, na medida em que todos os jovens são diferentes pelo que o processo adequar-se-á a cada um), contemplando 3 fases diferentes:
  • 1ª Sessão: Entrevista pessoal e questionário inicial;
  • Sessões Intermédias: aplicação de testes psicológicos (de avaliação de aptidões, interesses profissionais e personalidade);
  • Última Sessão: Entrega do relatório e discussão dos resultados obtidos com o jovem e pais/encarregados de educação.

fotografia 2